Nossas redes sociais

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Carta I

Olá!



Olha que novidade maravilhosa: fui convidada para escrever um blog com conteúdo que aborde a filosofia hellingeriana, a ciência por trás das constelações familiares e do direito sistêmico.


O blog ficará dentro de um site chamado Movimento Sistêmico. De verdade não compreendo muito bem como funciona. Me pediram para dar um nome ao blog e para isso teve um momento de gestação da ideia, para saber como seria, o que escreveria e principalmente que nome daria.


Então, pensei em algo que tivesse a ver com a história da minha família, pensei em vários nomes, assim como para os filhos, nós imaginamos o nome que terá e chamamos em voz alta para ver como é o som.


Depois de observar o nome escolhido, nós nos enamoramos com as possibilidades para o futuro, e sorrimos.


O nome que dei foi: Cartas de X e a Tatiane Colombo completou: blog Sistêmico por Alice Brocardo de Lima, pronto! Nome e sobrenome ao rebento:


Cartas de X, blog Sistêmico por Alice Brocardo de Lima.


Eu escolhi esse nome para homenagear um segredo de família (que vai continuar em segredo).


E por falar em segredos, posso dizer que apesar de não serem conhecidos pelas gerações futuras, eles continuam causando seus efeitos, influenciando nossas decisões e o rumo que tomamos.


A querida professora Cristina Llaguno, quando estava nos ensinando sobre Segredos disse que ele versam apenas sobre quatro temas nas famílias:


- Morte

- Vida

- Sexo

- Dinheiro


E se você for ver todos os temas dos quais possam versar todos os segredos, em todas as famílias, eles se entrelaçam.


Ah, talvez você não esteja conseguindo compreender, então vamos trazer para sua vida e experiência, vou fazer umas perguntas para você:


Qual o seu maior segredo? O que você não conta nem para você mesmo na frente do espelho? O que você fez ou deixou de fazer que produziu efeitos na vida das pessoas?

Sempre temos algo que permanece só nosso, é natural que algumas coisas sejam apenas nossas.


Tem outras que nós achamos que silentes permanecem apenas nossas, mas realmente nos esquecemos que somos vários, o resultado de várias gerações, e que apesar de indivíduos nós somos parte de uma grande teia, a teia da vida que nos conecta a tudo e todos. E como agimos ou pensamos, prova efeitos na nossa vida e na dos outros.


Responda essas perguntas e na próxima carta escrevo mais.


Aqui me despeço,


Alice Brocardo de Lima X

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now